segunda-feira, 28 de maio de 2012

Ahmadinejad pede NOM ?

Ahmadinejad pede nova ordem mundial baseada na justiça 


Irã
O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad (L) agita as mãos com embaixadores africanos a Teerã, 26 mai 2012

26 de maio de 2012 05:51 PM GMT
O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad diz que o mundo precisa de uma nova ordem baseada na justiça, fraternidade, progresso e bem estar.

Devemos trabalhar para a criação de uma ordem mundial justa, que decorre da força de vontade das nações e uma nações todos os governos podem desempenhar um papel no estabelecimento em condições equitativas, o presidente Ahmadinejad disse em uma reunião com os embaixadores africanos em Teerã no sábado.
O mundo tem necessidade de uma nova ordem marcada pela justiça, fraternidade, dignidade humana, o progresso eo bem-estar, acrescentou.
Ele disse que uma exigência para o estabelecimento de uma ordem mundial mais justa, está se tornando uma exigência popular no mundo, acrescentando que essa meta só pode ser alcançado através do esforço coletivo.

O presidente iraniano disse que o mundo exige um novo sistema econômico que irá proteger os interesses das nações, bem como um novo estabelecimento político que possa trazer paz, segurança e respeito mútuo, a todas as nações.
Ele disse que as estruturas econômicas, políticas e sociais na ordem mundial existente são controlados por um pequeno grupo de pessoas que se recusam a permitir que a ordem mundial para mudar e beneficiar outras nações.
Presidente Ahmadinejad criticou certos países dominantes para controlar o mundo e disse que todas as nações e os governos precisam de ser justa e igualmente envolvidos em tomadas de decisão globais.
Ele elogiou as relações do Irã com os países africanos por ser baseado na amizade, carinho, respeito, dignidade humana e da justiça e apelou à expansão dos laços entre  Irã-África . Ele disse que a República Islâmica estaria por países africanos e apoiar todas as medidas destinadas a desenvolver laços bilaterais. 
Fonte: UND

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário