quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Alinhamento galáctico já provoca mudanças climáticas pelo mundo



Exatamente às 09h11 desta sexta-feira, um extraordinário fenômeno natural fará o Sol e a Terra se alinharem com o centro da Galáxia, marcando o início de um período de mudanças em todo o planeta. Em diversas regiões do hemisfério norte haverá fortes nevascas enquanto o Sol escaldante tomará conta do hemisfério Austral. 

O alinhamento será praticamente imperceptível aos olhos humanos, mas com um relógio será possível verificar que será o dia mais longo de todo o ano. Em algumas cidades, como São Paulo, o Sol estará acima do horizonte por nada menos que 13 horas e 35 minutos seguidos e em muitas localidades brasileiras teremos muito calor acompanhado de intensos temporais. 

O alinhamento dessa sexta-feira será provocado por dois fatores astronômicos e naturais que o Homem, em sua insignificância, não tem condições de controlar: a translação da Terra ao redor do Sol e a inclinação do eixo terrestre. 

Esta é a segunda vez que o alinhamento celeste ocorre este ano, mas a primeira vez todos os efeitos pareciam invertidos e as nevascas tomaram conta da muitas cidades do hemisfério Sul. No hemisfério norte o calor foi insuportável. 

Consequências Após o alinhamento, os dias serão mais longos e as noites mais curtas que o habitual. No Brasil, o alinhamento celeste-galáctico provocará também muitas chuvas, além de maior número de frentes frias. Por isso, teremos muitos alagamentos e deslizamentos de terra. 

Em muitas cidades do mundo os governos decretarão o chamado "Horário de Verão”, necessário para diminuir o consumo de energia elétrica. Milhões de relógios serão adiantados em 1 hora. 

Os efeitos do alinhamento só terminarão às 08h02 de 21 de março de 2013, quando finalmente o Equinócio de Outono chegará para aliviar os fenômenos do alinhamento.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário